Momentos registrados com

  • amor.
  • carinho.
  • inspiração.
  • sonhos.

Café quentinho, livros, verde e sorrisos!

“Todos nós temos uma história. Algumas são curtinhas, fáceis de falar e ouvir. Outras são extensas e muitas vezes rocambolescas. Acredito muito, que, se a vida de cada um de nós fosse um livro, cada um teria seus momentos de suspense, drama, aventura e superação, para cada um escrito de uma forma muito especial.

Talvez nossa jornada em vida possa ser ilustrada como uma jornada de pessoas ao mar, assim como escrevia Victor Hugo, em sua obra “Trabalhadores do Mar”, onde ilustrava nossa vontade de chegar em terra firme, seguros em nossos lares. As correntes, a calmaria, a abundância e as tempestades seriam os compassos de tudo o que nos cerca. Alguns momentos em silencio nos fazem olhar para o vazio e assim como no livro, o remetimento da questão: “Meditava? Não. Gilliatt sonhava. Não se deixava abater pela maré.” E de fato chegamos sempre em nossos objetivos dispostos a navegar mais um vez por novos mares. É a fé que nos coloca em movimento.

Muito próximo da terra firme já vemos o verde. Daqui é possível, inclusive, sentir o cheirinho do café, a vontade mais sincera é de convidar o mundo inteiro para tomar uma xícara bem quentinha, e poder capturar os sorrisos daqueles que sorriem, poder acolher aqueles que choram.

Desde todos os oceanos, até os lugares mais longínquos, o sol brilha, e sua luz leva aconchego para todos nós, é só a partir dela que nós trabalhamos e temos a oportunidade de perceber e capturar em imagens a luz própria de cada um dos seres que nesse lugar em comum habitam.

Nesse cantinho do mundo tem carinho, tem café quentinho, têm livros, muito verde. Tem sorrisos!”

Flávio Lòpev

Content is protected. Right-click function is disabled.